Categories
Newsflash

Domingo cinzento com previsão de chuviscos na costa Centro e Norte; 28º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para este domingo (01) em Moçambique:

Categories
Newsflash

Sábado com chuviscos no Centro e Norte, tempo quente no Sul de Moçambique

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para este sábado (30) em Moçambique:

Categories
Desporto

Mundial 2018: Bélgica fica com liderança ao bater Inglaterra e vai enfrentar Japão

Um belo golo de Adnan Januzaj no segundo tempo deu à Bélgica uma vitória por 1 a 0 sobre a Inglaterra nesta quinta-feira, e uma campanha perfeita na primeira fase do Campeonato do Mundo de futebol, deixando os ingleses com a segunda colocação do Grupo G.

Categories
Desporto

Mundial 2018: Tunísia conquista primeira vitória em 40 anos

Wahbi Khazri participou do primeiro golo e marcou o segundo para dar à selecção da Tunísia a sua primeira vitória num Campeonato do Mundo de futebol em 40 anos, com os 2 a 1 sobre o Panamá no último jogo do Grupo G, nesta quinta-feira.

Categories
Editorial

@Verdade Editorial: Mais do mesmo

Não restam sombras de dúvidas de que o Governo de Filipe Nyusi está empenhada em colocar o povo moçambicano numa situação de aperto já mais visto antes e pós-independência nacional. Esta semana, em mais um dos seus habituais e obscuros reajustes do preço de combustível, Nyusi e a sua turma decidiram agravar pela quarta vez, desde o início de 2018, o preço da gasolina.

A partir da última quarta-feira (27), os moçambicanos passaram a adquirir a gasolina ao preço de 66,55 meticais. Este é, sem dúvidas, o mais alto preço de todos os tempos. É importante referir que este valor em vigor é praticado somente em Maputo, Beira, Nacala, Monapo e Pemba, pois no resto de Moçambique a situação é mais dramática. Ou seja, os outros moçambicanos são forçados a aceitar o preço definido na lei que determina que o preço é acrescido de custos do transporte e embalagem.

Categories
Desporto

Mundial 2018: Japão perde para Polónia mas apura-se por ter recebido menos cartões que o Senegal

O Japão avançou para os oitavos de final do Campeonato do Mundo de futebol nesta quinta-feira, apesar de ter perdido por 1 a 0 para a Polónia, garantindo vaga como segundo colocado no Grupo H graças ao menor número de cartões amarelos em relação ao Senegal.

Categories
Desporto

Mundial 2018: Colômbia classifica-se para oitavos e elimina Senegal

Um golo de cabeça do defesa Yerry Mina garantiu à Colômbia uma vitória por 1 a 0 sobre Senegal, em Samara, nesta quinta-feira, garantindo a classificação para as oitavas de final como líder do Grupo H, enquanto Senegal está eliminado no desempate de pontos com o Japão pelo critério disciplinar deixando o nosso continente sem representantes no Campeonato do Mundo de futebol.

Categories
Tema de Fundo

Agravamentos da electricidade foram desfavoráveis para o ambiente de negócio em Moçambique, EDM diz que aumentos ainda não reflectem seus custos

ArquivoA Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) afirma que os aumentos de mais de 100 por cento da tarifa de energia eléctrica, desde 2015, “associado ao baixo nível de cobertura no país, baixa qualidade, falta de estabilidade (cortes frequentes, oscilação da potência) foi desfavorável ao ambiente de negócio”. A Electricidade de Moçambique, através do seu porta-voz, reagiu ao estudo afirmando que: “Com estes pequenos aumentos, que ainda não reflectem aquilo que é o custo reflectido, ela conseguiu de alguma maneira ter algum oxigénio, faz vários investimentos e hoje temos uma situação bastante diferente”.

Categories
Saúde e bem Estar

Filipe Nyusi diz que prevalência da malária deve-se, em parte, às atitudes incorrectas da população

Foto da Presidencia da RepúblicaO Chefe do Estado, Filipe Nyusi, manifestou-se, na quinta-feira (28), em Maputo, preocupado com a prevalência da malária em Moçambique, mormente nas regiões centro e norte, censurou o modo de ser e de agir da população em relação à doença. Segundo ele, parte do problema em questão “somos todos nós”, mas cada um no seu meio. É que algumas pessoas, argumentou o estadista, criam condições propícias à proliferação do mosquito causador do paludismo e negam a pulverização intra-domiciliária. Outras rejeitam o uso de redes mosquiteiras impregnadas com insecticida de longa duração, alegadamente “porque sufoca”. Outras ainda, recorrem ao atendimento hospitalar depois de experimentarem “medicamentos caseiros”, o que agrava a enfermidade.

Categories
Economia

INP reconhece que Sasol “não terá trazido aquilo que era a expectativa” para Moçambique

Foto de Adérito CaldeiraO Presidente do Conselho de Administração do órgão Regulador do sector de gás e petróleos reconheceu que a petrolífera sul-africana Sasol, que há quase uma década explora gás natural em Inhambane, “não terá trazido aquilo que era a expectativa”, no entanto não tem soluções para inverter o cenário.