Categories
@Hora da Verdade

Agora, antes que seja tarde demais

Nesta minha curta experiência como “colunista” para a qual fui desafiado pel’@ Verdade (fui mais eu que a desafiei em boa verdade) tenho-me esforçado por abordar temas universais. Mas acima de tudo, que digam alguma coisa. Ao comum dos mortais. Que façam pensar os poucos que se perdem na leitura destas linhas. Que por um instante as pessoas saiam deste quotidiano idiótico, em que todos vivemos, e parem nem que seja um segundo para pensar. No que fazemos de nós. E do que gira à nossa volta.

Categories
@Hora da Verdade

Minho Verde

Por esta altura, no Minho, região do extremo norte de Portugal, de que sou filho de pai e mãe, não há lugarejo que não tenha a sua festa. Uma igreja – e Deus sabe a quantidade de igrejas que o Minho tem – ; cavacas e broa; uma ou duas banquinhas de tiro e um torneio de jogo da malha; pipos de vinho, grades de cerveja, aguardente de vinho verde e whisky para os moderninhos; um sorteio de um porco; fogo de artificio e, claro está, o respectivo bailarico.

Categories
@Hora da Verdade

XÏÏKWEMBO – Meu filho é minha mãe

Senhora?… senhora tou pidir falar, posso falar? Senhora, meu filho, aquele alto, aquele Calado caiu, partiu braço! Eu zanguei, zanguei com meu marido, estou zangado com aquele aí porque fez meu filho subir lllllá para mudar a chapa – porque estamos a aumentar casa e para carpinteiro arranjar, arranjar lá era preciso tirar chapa – então ele mandou subir meu filho, eu zanguei, muuuiiito, muuuiito, porque mandou meu filho, porque não foi ele? Pessoas grande! Não podia ir?? Meu filho caiu agora, o MEU filho. A senhora não comprou cama para receber sua mamã?

Categories
@Hora da Verdade

A ntyiso wa wansati – Balada da solidão

A vida ensinou-me a não olhar para trás. Mas não por medo, ou por vontade, até porque o tempo, que dizem que tudo apaga, só serve para nos roubar as horas e gravar na memória os melhores e os piores momentos. E ficamos presos lá dentro, como peixes num aquário, enquanto a vida corre lá fora, e os outros respiram e se movem em liberdade, sem sequer reparar que estamos ali, fechados em nós mesmos, presos numa bola de vidro transparente que nos mostra o mundo onde não conseguimos viver. E como o presente não passa de uma prisão dura e pesada, já basta o esforço de a aguentar, por isso olhar para o passado transforma-se num exercício estéril e inútil que só rouba mais tempo e que não serve para nada.

Categories
@Hora da Verdade

Bitonga Blues – Um perfume suave no escuro e um cheiro a sovaco, também no escuro

O medo não existe, é uma invenção do homem, para não fazer aquilo que deve fazer´. Desconhecido

Da terminal dos “chapas” para a casa onde eu moro – intermitentemente sozinho –, e em que me sinto bem, no bairro T3, são cerca de trezentos metros. É uma distância que por vezes se torna penosa, particularmente quando apanho o último carro dos TPM, que chega à minha zona residencial, geralmente, depois da meianoite.

Categories
Grande Maputo

Portagem – Tortura nossa de cada dia…

O casal Nicolas vive a portagem como um dos maiores dramas da sua semana de trabalho. Ele, engenheiro civil e ela, estudante universitária, acordam às 4.30 horas da madrugada, e após a sua higiene pessoal, tomam o pequeno-almoço às pressas para, como se diz na gíria, “apanhar a portagem”. Porquê madrugadores, se só se têm que apresentar nas suas obrigações às 7.30 e por vezes mais tarde? A razão é simples: há que (ultra)passar, tão cedo quanto possível, a tortura da portagem, num “pára-arranca-pára-arranca” que tanto dá cabo dos bolsos, como da paciência.

Categories
Ambiente

Orgânicos não são mais saudáveis que alimentos convencionais (estudo britânico)

As pessoas que apregoam os benefícios do consumo de produtos cultivados naturalmente não vão ficar muito satisfeitas com um novo estudo que afirma que eles não são muito mais saudáveis que os produzidos de forma convencional.

Categories
Economia

Jovens casais hesitam na hora de ter o segundo filho na China

Com 31 anos, Lu Ming gostaria muito de ter o segundo filho. Ela tem direito a isso e, inclusive, vem sendo incentivada a engravidar, mas hesita, pois não tem certeza de que as condições financeiras são adequdas para mais um bebê. Enfermeira em Xangai, ela faz parte dos casais isentados da regra do filho único em vigor na China desde o fim dos anos 70: ela e seu marido são filhos únicos e carregam nas costas o peso dos pais e dos avós, em um país onde o sistema de aposentadoria e segurança social ainda deixa muito a desejar.

Categories
Internacional

Agência Europeia de Segurança Aérea vai ordenar substituição das sondas Pitot

A Agência Europeia de Segurança Aérea (Aesa) anunciou esta sexta-feira que vai ordenar a substituição dos sensores de medida de velocidade suspeitos de ter influenciado a ocorrência do acidente com o voo do Airbus 447 entre o Rio de Janeiro e Paris, que deixou 228 de mortos em 1 de junho. Um pouco mais cedo, a Airbus anunciou que recomendaria às companhias aéreas a substituição desses sensores.

Categories
Cultura

Casa em que Gandhi viveu na África do Sul é colocada à venda

A casa em que Gandhi viveu durante alguns anos na África do Sul foi colocada à venda por sua atual proprietária e tem atraído muitos interessados. Nancy Ball, que há anos espera um comprador ideal, que aceite preservar a herança histórica do imóvel, está surpresa com o número de ofertas que vem recebendo desde que a venda foi noticiada.